janeiro 2019

Você está navegando os arquivos do site de janeiro 2019.

4 minutos Por muito tempo, os modelos de liderança se basearam em lemas como “um deve liderar, e os outros, obedecer”. Esse tipo de modelo foca em uma única pessoa, com empresas tendo hierarquias rígidas. A partir dos anos 1970, no entanto, o contexto econômico passou a mudar, e a transformar o conceito de líderes singulares e absolutos em um de liderança compartilhada. Anderson Sant’Anna, coordenador do Núcleo de Desenvolvimento de Pessoas e Liderança da Fundação Dom Cabral, citado no artigo de Abílio Diniz Continue lendo

5 minutos A mudança nunca vem a partir de uma jornada fácil. Fácil, porém, é ficar preso em uma rotina, mesmo que ela não funcione mais tão bem assim. Afinal de contas, rotinas se toram rotinas porque já funcionaram no passado. Para acompanhar o ritmo acelerado e em constante evolução dos negócios, a mudança é necessária. E é hora de você fazer uma bem grande, principalmente se seus Key Performance Indicators (KPIs) estiverem um pouco obsoletos. Durante anos, os KPIs têm sido a palavra Continue lendo

4 minutos Você alguma vez em sua vida já saiu de uma reunião sem saber o que fazer a seguir? Ou passou semanas debruçado em cima de um planejamento, e descobriu depois que a direção que a sua empresa está tomando não mais comporta aquilo em que você estava planejando? Isso se chama “falha de comunicação”. Leitura recomendada: Suporte ao cliente: 6 métricas e KPIs para melhorar o autoatendimento Um líder que não consegue definir expectativas terá uma equipe em caos. Prazos serão perdidos. Continue lendo

4 minutos A ideia deste material é instigar a você refletir sobre como você toma suas decisões. E como também somos desenvolvedores de soluções em tecnologia, vamos demonstrar como aplicamos a gestão por indicadores dentro de nossa empresa. Imagine-se dirigindo um carro sem velocímetro, sem marcador de combustível ou passar alguns dias sem relógio! Seria difícil né?! No máximo você iria calcular uma média de consumo baseado no “achismo” e em algum momento correria o risco de ficar pelo caminho. Os indicadores são as Continue lendo

6 minutos Vamos imaginar a seguinte situação: você é uma mosca que está na parede em um centro de treinamento corporativo, onde uma equipe de gestão formada por 12 pessoas está participando de uma sessão sobre execução de estratégias. A equipe está no meio da sala, tentando resolver um problema novo, incerto e complexo. Os facilitadores observam, e o exercício segue seu caminho usual. De repente, um membro mais jovem da equipe levanta a mão e exclama: “acho que sei o que devemos fazer!” Continue lendo

5 minutos Vamos imaginar o seguinte cenário: sua equipe de marketing está trabalhando em uma nova campanha de geração de leads, e para isso, você precisa de dados vindos do departamento comercial. Você define um prazo para quando precisa dessas informações. Esse prazo chega, e o departamento comercial ainda não passou nada pra você. Mas você tem mais coisas pra fazer, então você segue em frente, com outras tarefas. O gerente comercial chega pra sua equipe e diz “hey, não esqueci de você, só Continue lendo

5 minutos Imagine o que aconteceria se os membros de uma equipe de remo estavam tentando seguir uma direção diferente. Resultaria no caos completo. A energia seria desperdiçada, os membros da equipe ficariam frustrados e o barco ainda poderia virar. O mesmo acontece nos negócios quando as empresas não possuem objetivos claramente definidos, comunicados e rastreados. O talento e os recursos são desperdiçados, os membros da equipe ficam frustrados (ou simplesmente deixam), e o negócio em última instância corre o risco de dobrar. Mas Continue lendo

6 minutos Por que as pessoas compram o que você está vendendo? Ser capaz de responder a esta pergunta é fundamental para tomar decisões sensatas sobre como você melhora a sua empresa. Se você realmente entende por que seus clientes compram o que você está oferecendo, então você tem uma chance muito melhor de descobrir como obter mais deles, vender mais para aqueles que você já possui e, em última instância, crescer seu negócio. Leitura recomendada: Como definir metas de negócios desafiadoras, mas realistas Continue lendo

7 minutos Imagine que você quer criar coelhos. (Por que não? Os coelhos são adoráveis!) Se você não sabe o quão rápido eles se reproduzem (ou seja, o que é normal), você pode estar em uma surpresa para descobrir que um coelho pode facilmente chegar a ter 70 filhotes em um ano. Mas o que os coelhos de criação têm a ver com benchmarks? Expectativas em contexto. Os benchmarks fornecem um contexto crítico para seus objetivos comerciais, estabelecendo o que é normal em uma Continue lendo