Aproveite a força que cada um traz para o trabalho

Tempo de leitura: 1 minuto

“Os jogadores têm suas fraquezas.

Mas é nosso trabalho como técnicos achar seus pontos fortes no que nossos rapazes fazem.

Todos eles têm seus pontos fortes, e é nisso que nós focamos”.

Essa frase é de um dos técnicos do time de futebol americano Seattle Seahawks, Darrell Bevell, e deveria servir de inspiração para muitos empreendedores e gestores.

Os líderes de uma empresa devem organizá-la de forma a aproveitar ao máximo os pontos fortes de cada indivíduo da organização e minimizando o impacto de suas fraquezas.

Não cabe a mais ninguém esse trabalho.

Mas também não basta organizar o time dessa maneira. O time deve ser instigado a se perguntar constantemente “como podemos melhorar as coisas por aqui?”, e também receberem as ferramentas – e a liberdade – para que tais mudanças aconteçam.

É como W. Edwards Deming disse: “o objetivo da liderança não é somente achar e registrar falhas humanas, mas remover a causa dessas falhas, ajudando as pessoas a fazerem um trabalho melhor com menor esforço”.

Leitura recomendada: Como a Pipedrive segmenta suas metas e mantém o foco.

Darrell Bevell compreendeu que gestores precisam desenhar seus sistemas de gestão de modo que seja feito para que pessoas sejam bem-sucedidas.

Ele compreendeu que gestores precisam se ajustar conforme as habilidades e perícias de seus liderados.

Gestores precisam organizar o trabalho de forma que os riscos de falha sejam minimizados e de forma com que se tire vantagem das coisas boas que seus colaboradores trazem todos os dias para sua empresa.

Empresas que alcançam isso são motivo de orgulho para seus colaboradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *