Liderança compartilhada: o que é, e como funciona?

Tempo de leitura: 4 minutos

Por muito tempo, os modelos de liderança se basearam em lemas como “um deve liderar, e os outros, obedecer”.

Esse tipo de modelo foca em uma única pessoa, com empresas tendo hierarquias rígidas.

A partir dos anos 1970, no entanto, o contexto econômico passou a mudar, e a transformar o conceito de líderes singulares e absolutos em um de liderança compartilhada.

Anderson Sant’Anna, coordenador do Núcleo de Desenvolvimento de Pessoas e Liderança da Fundação Dom Cabral, citado no artigo de Abílio Diniz sobre liderança compartilhada, definiu esse novo modelo buscando agregar valores através da flexibilidade, inovação e criatividade.

A importância da liderança em um ambiente de negócios

Liderança compartilhada: o que é, e como funciona?

De acordo com Kim Cameron, autora do livro Liderança Positiva – Estratégias para um Desempenho Extraordinário, organizações de todos os setores de negócios perceberam que uma estratégia de liderança adequadamente formulada e executada pode influenciar poderosamente o desempenho de uma empresa, elevando seus resultados a níveis excepcionais.

Quer estejamos falando sobre a indústria de armamentos, serviços de saúde ou financeiros, empresas públicas ou privadas, multinacionais ou entidades educacionais, as práticas de liderança positiva têm um profundo impacto nas metas e resultados desejados de uma empresa.

Razões para implementar a liderança compartilhada

Dê uma olhada rápida em alguns dos benefícios que podem advir da prática de liderança compartilhada neste artigo de José Roberto Marques, colunista do Portal IBC – Instituto Brasileiro de Coaching:

* O ato de compartilhar liderança promove comportamento inovador e comprometido entre os membros da equipe;

* A liderança compartilhada transforma positivamente a composição das empresas verticalizadas, reintegrando as equipes;

* Indivíduos na empresa criam laços de interdependência através do exercício de liderança compartilhada, favorecendo o trabalho em equipe;

* A liberdade e a capacidade de falar durante a execução de atividades compartilhadas aumentam os níveis de satisfação e a identificação da empresa entre seus membros;

* Um exemplo de comportamento positivo e proatividade de liderança compartilhada afeta todos dentro da empresa, motivando amplamente as equipes;

* Os resultados bem-sucedidos obtidos levam a um reconhecimento da natureza participativa da contribuição de cada funcionário para esse sucesso, fazendo com que as equipes desejem ativamente o crescimento para a empresa.

Quando é o momento ideal para implementar a liderança compartilhada?

Liderança compartilhada: o que é, e como funciona?

O interesse no estudo de modelos alternativos para uma liderança absoluta cresceu drasticamente nos últimos anos, mudando a forma como as empresas são gerenciadas e organizadas.

Nesse ambiente, entender como as organizações podem obter resultados mais inovadores é crucial para garantir sua sobrevivência e competitividade contínua.

Portanto, é ideal iniciar imediatamente a adoção de um formato de liderança compartilhado por meio de parcerias.

Este é particularmente o caso se a sua empresa é grande, com várias linhas de negócios e setores, as tarefas se tornarão mais fáceis de dividir e atividades complexas mais simples de gerenciar.

Como os grupos funcionam melhor juntos?

Embora diferentes tipos de empresas tenham suas estratégias específicas para a melhor forma de implementar a liderança compartilhada, algumas questões devem ser sempre observadas na distribuição e no exercício do poder.

Abraham Zaleznik, em um artigo para a Harvard Business Review, relatou que o mercado estabeleceu uma nova ética baseada no poder coletivo, favorecendo a liderança compartilhada.

O alcance, o controle e o equilíbrio da divisão de poderes devem ser garantidos de modo a focar a cultura corporativa numa ética de rivalidade amistosa, encorajando dinâmicas individuais e de grupo harmoniosas.

Portanto, os líderes devem cuidadosamente estabelecer limites para o exercício do poder em sua liderança, para alcançar o seguinte:

* Evitar situações em que o uso do poder leve a dificuldades ou resultados prejudiciais para outros membros e equipes;

* Não equacionar o poder da liderança com a capacidade de alcançar resultados;

* Esteja ciente e, assim, evite os riscos associados a um acúmulo excessivo de energia;

* Aja com autocontrole para evitar ou reprimir o desejo de exercer poder além do estritamente necessário.

Dicas para implementar um modelo de liderança compartilhada

Liderança compartilhada: o que é, e como funciona?

José Roberto Marques, do Portal IBC, também afirmou que o diálogo é sempre o melhor ponto de partida para qualquer mudança no modelo de gestão da sua empresa.

Além disso, para estabelecer liderança compartilhada em parcerias, é essencial:

* Mantenha sempre seu parceiro e equipe informados sobre novas ideias;

* Nunca insista em implementar mudanças imediatas sem discutir a necessidade de tais mudanças com seus parceiros e colegas;

* Permitir que parceiros e membros da equipe interajam livremente, permitindo que eles tomem a iniciativa;

* Veja a liderança compartilhada como um método organizacional, exercitando um tipo de liderança mais convivial.

Quando se trata de liderança compartilhada, não há dúvidas: o uso de uma ferramenta de gerenciamento como os dashboards da Gumga é indispensável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *