10 minutos Com a recente explosão na AI – ou Inteligência Artificial – cresceu o compreensível receio acerca de seu potencial impacto no trabalho humano. Muitas pessoas tentaram prever que indústrias e empregos serão os mais afetados, e quais serão as novas habilidades a serem demandadas pelo mercado de trabalho (deveria você aprender a programar? Ou a AI irá substituir programadores também?) Ao invés de tentar prever essas coisas, nós sugerimos uma abordagem diferente. A Teoria Econômica sugere que a Inteligência Artificial irá substancialmente Continue lendo

2 minutos Houve um tempo em que todos os investimentos em ações estratégicas de uma empresa eram realizados sem o devido monitoramento e sem evidenciar os resultados obtidos por uma determinada ação. Mas esses tempos ficaram para trás. Se na sua empresa isso ainda é uma prática comum, pare com isso já! Atualmente, as tecnologias digitais somadas aos modelos de gestão dinâmicos e inovadores permitem que os resultados oriundos de um investimento possam ser apurados de maneira sistemática e organizada, evidenciando quais investimentos apresentaram Continue lendo

2 minutos Muitos micro, pequenos e médios empreendedores pecam no mesmo quesito: não se importar com o planejamento financeiro do seu negócio. Sem ter uma visão clara da saúde financeira da sua empresa, esses empreendedores acabam misturando – e até priorizando – seus gastos pessoais com os da empresa. Isso mata a geração de fluxo de caixa, expansão, desenvolvimento de novos produtos e – não raramente – leva o negócio à falência. Mas, não é só o empreendedor gastão que faz mal ao negócio. Continue lendo

2 minutos Você provavelmente consegue lembrar de várias situações como essa: você está com o time sentado em uma sala, eles estão exaustos. Uma nova crise surgiu no seu negócio: pode ser um alto risco no seu melhor cliente, a paralização de uma produção, ou um lançamento de um novo produto que foi catastrófico. O time está claramente cansado, mas estão ansiosos. Todos os olhares da sala estão travados em você, esperando pela sua liderança. Qual o primeiro passo a se tomar? Em nossa Continue lendo

5 minutos Um dashboard demonstra em um único lugar, de maneira fácil e intuitiva, informações críticas necessárias para gerenciar uma organização. Geralmente um dashboard mostra: * Metas; * Mensurações críticas; * Projetos; * Itens de ação; Alguns dashboards são organizados de maneira mais gráfica, outros possuem dados e tabelas, e outros têm seu foco em indicadores de status (e alguns, por fim, são uma combinação dos três). Além disso, independentemente de sua aparência e de seu layout, um dashboard detém as informações necessárias para Continue lendo

1 minuto “Os jogadores têm suas fraquezas. Mas é nosso trabalho como técnicos achar seus pontos fortes no que nossos rapazes fazem. Todos eles têm seus pontos fortes, e é nisso que nós focamos”. Essa frase é de um dos técnicos do time de futebol americano Seattle Seahawks, Darrell Bevell, e deveria servir de inspiração para muitos empreendedores e gestores. Os líderes de uma empresa devem organizá-la de forma a aproveitar ao máximo os pontos fortes de cada indivíduo da organização e minimizando o Continue lendo

1 minuto No post de hoje, vamos dar quatro dicas sobre como acelerar o processo de decisão em sua empresa, seja ela uma corporação consolidada ou uma startup recém-nascida. Dica 1: Aprenda a seguir seus instintos Uma boa forma de exercitar sua “conexão” com seus instintos é: todos os dias, tome pelo menos três decisões menores em menos do que três minutos cada. Essa técnica deve ser utilizada para decisões de baixo impacto, como: aonde almoçar? A teoria é de que você passará a Continue lendo

2 minutos W. Edwards Deming descreveu o propósito de uma organização em seu trabalho A Nova Economia como: “O propósito de qualquer organização é que todos ganhem – acionistas, colaboradores, fornecedores, clientes, comunidade e o meio ambiente – à longo prazo.” Leitura recomendada: Atender aos Desejos do Consumidor para atingir Satisfação do Consumidor. Deming foi muito assertivo em sua colocação. O “senso comum” diz que o propósito de qualquer organização é ganhar dinheiro. Eu discordo. Recompensar os proprietários é importante, mas outros stakeholders devem ser Continue lendo

1 minuto Olá, leitores do blog da Gumga! Vocês gostam de poesia? Pensando no que escrever para o post de hoje, lembrei de uma poesia de Robert Frost, chamada “A Estrada Não Trilhada”. Para aqueles que não conhecem esse poema, segue: Num bosque, em pleno outono, a estrada bifurcou-se, Mas, sendo um só, só um caminho eu tomaria. Assim, por longo tempo eu ali me detive, E um deles observei até um longe declive No qual, dobrando, desaparecia… Porém tomei o outro, igualmente viável, Continue lendo

1 minuto Mudar a estratégia de gestão de uma organização geralmente é um desafio bastante grande. Essas mudanças normalmente são sobre como lidar com uma cultura tóxica, e raramente sobre como eliminar a toxicidade dessa cultura. Por que não lidar com a raiz do problema ao invés de tentar usar band-aids? A estratégia mais eficiente é criar uma cultura organizacional aonde promova-se melhoria contínua. Uma cultura de melhoria contínua é uma que está constantemente mudando para melhor (embasando-se em princípios de longo prazo: respeito Continue lendo